segunda-feira, 20 de junho de 2016

Paciente #341...O pânico de Two Bad...

Sendo as reparações mais comuns neste hospital aquelas que envolvem figuras de Masters of the Universe, este é um caso dos mais complicados até hoje e que foi resolvido devido, principalmente à generosidade dos nossos clientes, que nos fazem chegar peças de figuras em mau estado ou mesmo soltas.

O Two Bad aparece sem pernas, com os calções partidos e sem qualquer hipótese de recuperação aparente até nas cabeças que vinham soltas.
No entanto, resolvemos aceitar o caso para por em prática os nossos conhecimentos de reconstrução e de aproveitamento de órgãos plásticos.
Começámos por retirar os braços e as cabeças do corpo principal da figura (atenção que as imagens abaixo poderão chocar qualquer outra figura de acção que esteja nas proximidades do ecrã do seu computador ou telemóvel)


Os braços e o corpo danificado foram para o nosso banco de órgãos, assim como as pernas da figura.
tendo em conta que tínhamos um corpo quase completo no nosso banco, tivemos apenas de voltar a enxertar as cabeças no corpo novo.


Foi um trabalho delicado mas que fez toda a diferença e que nos deu mais algumas peças para repararmos outras figuras que de futuro precisem de reparação ou substituição de órgãos.


Paciente #340...Um caso desmembrado...

Foi o pânico!
As figuras de acção tentavam fugir sem pernas.
As figuras de chumbo descascavam-se em tinta velha tentando tapar os olhos.
As bonecas descabelavam-se e os demais estranhos pacientes espalhavam peças soltas por todo o lado.
A figura entrou num estado desmembrado que chocaria qualquer figura de acção.


Passámos logo à reparação urgente, descobrindo que o caso era menos grave do que parecia.
Tratando-se de uma falta urgente de fixação no encaixe das diferentes peças, foi muito fácil reparar este paciente...e também um grande alivio.


Paciente #339...Com um machado na cabeça...

Por vezes os acidentes não são.
Por vezes ao querermos consertar estamos a fazer mal.
O que sucedeu com esta pequena figurinha de PVC foi isso mesmo.


Como é suposto ter o machado na cabeça lá lhe fizemos a vontade.
Não foi nada fácil dada a delicadeza e a dimensão das peças, assim como a superfície de contacto para fazer a reparação.

No final o trabalho não ficou mau mas a delicadeza do arranjo é perigosa se não for constantemente supervisionada e acompanhada.

sábado, 18 de junho de 2016

Paciente #338...Grizzlor Perneta...

Mais um caso de pernas partidas, desta vez um Grizzlor de Masters of the Universe.
Como já tinha referido num artigo anterior, estas figuras têm 30 anos e o elástico que prende as pernas fica ressequido com o tempo e parte-se.


O caso de Grizzlor é sempre complicado tendo em conta que, devido ao pelo, a reparação das pernas é sempre mais complicada.


Não será o ultimo caso este ano, pois quase todos os dias temos casos destes em mãos.

Paciente #337...A espada partida...

Os maiores guerreiros da nossa vida são também nossos clientes.
O cavaleiro da aranha, valente defensor do seu próprio quarto partiu a sua espada na luta com um suposto Dragão feroz que ameaçava tirar-lhe espaço na cama.


Tendo em conta a natureza do material, lá fomos dar conta da reparação de tão preciosa arma de defesa contra monstros imaginários.


A espada ficou como nova e o cavaleiro voltou à carga, conquistando assim o seu espaço na cama e pondo o Dragão em fuga.
Gostamos sempre de ajudar nestas batalha épicas da infância.

sexta-feira, 20 de maio de 2016

Paciente #336...A mão do Pirata...

Uma queda.
Começa tudo com uma queda e a mão de Jack Sparrow voa para longe.
Depois de choque inicial, uma corrida ao Hospital para tentar salvar a figura.


Na triagem traça-se a especialidade e depressa se encontra uma solução para o problema.
O tratamento durou poucas horas e a figura ficou como nova.


Paciente #335...Limpar um lagarto...

Whiplash é mais uma das figuras de Masters of the Universe que chega ao nosso hospital com uma estranha erupção cutânea.



Este Whiplash é um primeiro caso que apresenta este tipo de erupção na pele, embora existam casos aqui no hospital onde os problemas de pele são recorrentes.
Neste caso nunca tínhamos visto algo deste género.
Esta espécie de fungo apareceu numa figura guardada à muito e apenas em dois locais...a perna e a cauda.

Depois de uma análise cuidadosa chegámos à conclusão de que estes fungos não passavam de esferovite que, por ter estado em contacto com a figura nestes dois locais por tanto tampo, ficou colada à figura de modo estranho.
Uma limpeza cuidada e localizada resolveu o problema em pouco tempo e de forma definitiva.


Whiplash teve alta no mesmo dia com a sua situação completamente resolvida!